A ligação do Som matriarcal!


- Semear, plantar, é regressar ao nosso passado, reencontrar práticas fundamentais desde os tempos antigos.


Esse elemento orgânico, a cabaça, é sempre presente entre os povos, nas mais diversas culturas e etnias, tanto no continente africano quanto também em outros cantos do mundo afora. Desde criança, via a minha avó Dona Ester manusear suas cabaças: Cumbuca para guardar sementes, utensílio da sua simples cozinha de pau a pique na roça.


Até que um dia, esse mesmo elemento foi me apresentado enquanto caixa de ressonância, oco que produz sonoridade, ecoando sons que vem de África.


Com o passar do tempo vieram os primeiros chamados, sementes que foram plantadas e vieram me despertar, uma comunicação, um acesso a hábitos da nossa ancestralidade.


Esse “plantio” ainda está em processo inicial e vai ganhando nutrição na medida em que lentamente um coletivo vai se formando, buscando harmonizar e vibrar em uma mesma frequência, que nutre e faz crescer a todos e todas.


A cabaça acima remete a rama umbilical, a ligação, som matriarcal.


Peço licença a vó Ester e a todas matriarcas guardiãs dos elementos da natureza.

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo